Um convidado bem trapalhão arromba a festa em Hollywood

Príncipe da comédia elegante e sofisticada, Blake Edwards já tinha no currículo obras como Bonequinha de Luxo e dois dos mais apreciados títulos da série com o Inspetor Clouseau - A Pantera Cor-de-Rosa e Um Tiro no Escuro - quando realizou, em 1968, sua obra-prima. Como os filmes da Pantera, Um Convidado Bem Trapalhão também é interpretado por Peter Sellers. Hrundi Bakshi é um de seus maiores personagens, com o Inspetor Clouseau e o Dr. Fantástico (do clássico homônimo de Stanley Kubrick).Um Convidado passa hoje às 20h10 no Telecine Cult. Chama-se The Party, no original. Não deixa de ser um programa mais interessante ainda, neste momento de celebração da Índia nos cinemas (Quem Quer Ser Um Milionário?) e na TV (a novela O Caminho das Índias). Começa como uma sátira ao cult Gunga Din, de George Stevens. Um obscuro ator indiano destrói o set de filmagem de um épico colonialista e o produtor o põe na lista negra. A secretária confunde as coisas e convida o ator, Hrundi Bakshi, para uma festa seleta. Ele destrói a festa como destruiu o set. Peter Sellers nunca foi mais cândido enquanto o mundo desmorona à sua volta. Edwards ama as mulheres. Claudine Longet dosa com doçura a violência cômica do autor.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.