AFP
AFP

Turquia confisca mais de 26.000 objetos antigos de traficantes de obras

Entre os objetos apreendidos pela polícia turca estão joias, estatuetas, adagas e um busto; 13 pessoas foram detidas

AFP

21 Dezembro 2017 | 21h20

A Polícia turca apreendeu nesta quinta-feira, 21, mais de 26.000 objetos antigos durante uma operação contra traficantes de obras de arte, noticiou a agência Dogan.

Em Istambul foram confiscadas 26.456 peças e detidas 13 pessoas suspeitas de serem traficantes, segundo a fonte.

Entre os objetos estão joias, estatuetas, adagas e inclusive um busto, segundo imagens difundidas pela agência.

A Turquia, dotada de um impressionante patrimônio arqueológico, luta conta este tipo de tráfico, do turista que pega uma pedra quando visita um templo romano no oeste do país às redes de crime organizado, que vendem os objetos no exterior.

Funcionários do Ministério da Cultura turco tentam recuperar há anos várias obras antigas, vendidas no mundo por traficantes de obras de arte.

Mais conteúdo sobre:
Turquia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.