Três histórias escritas por B. Suárez Lynch

Traduzidos por Maria Paula Gurgel Ribeiro, Um Modelo Para a Morte, Os Suburbanos e O Paraíso dos Crentes foram escritos por B. Suárez Lynch, discípulo de H. Bustos Domecq, pseudônimo sob o qual Borges e Bioy Casares escreveram. Um Modelo Para a Morte é um desdobramento da obra de Bustos Domecq: inclui o gênero que se pode chamar de conto policial enxadrístico (lembrando o aforismo segundo o qual o xadrez é muita ciência para ser apenas jogo, e muito jogo para ser só ciência). Os Suburbanos e O Paraíso dos Crentes partem do gênero tido como mais cinematográfico da literatura, a ficção policial, e volta ao cinema. Dá a impressão de que não se trata de contos, mas de dois roteiros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.