Três ensaios debatem as razões de ser um dândi

Manual do DândiCharles Baudelaire, Honoré de Balzac e Barbey d?Aurevilly Autêntica, 224 págs., R$ 34Manual do Dândi propõe refletir sobre o dandismo, termo que, ainda hoje, gera muitas dúvidas. Uns dizem que se trata simplesmente de um modo de vestir; outros, de uma atitude algo radical. Há quem o veja como uma forma original de encarar a vida. Importa é que o dandismo está vivo - sobretudo na obsessão contemporânea pela aparência. O seu espírito impregna as atuais normas de conduta. Algumas das questões sobre os dândis podem ser respondidas pelos textos reunidos neste volume - assinados por Charles Baudelaire (O Dândi), Honoré de Balzac (Tratado da Vida Elegante) e Barbey d?Aurevilly (O Dandismo e George Brummel) -, organizados e traduzidos por Tomaz Tadeu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.