Transformers mais uma vez salvam a humanidade

ontinuação da série sobre os robôs que se disfarçam de carros tem como principal qualidade os efeitos especiais, assinados pelo mago Steven Spielberg

Felipe Branco Cruz, O Estadao de S.Paulo

23 de junho de 2009 | 00h00

Muito marmanjo de hoje já foi fã dos Transformers na década de 80. A ideia de criar automóveis de brinquedo que se transformavam em robôs gigantes foi certeira. Afinal, que garoto não se deslumbraria e ver um Camaro literalmente virar uma máquina? Para impulsionar ainda mais as vendas, a empresa americana Hasbro, criadora do produto, se encarregou em produzir desenhos animados para a TV, também exibidos no Brasil. O difícil é imaginar como esse brinquedo poderia virar filme. Não só virou, como estreia hoje em todo o mundo a continuação, Transformers: A Vingança dos Derrotados. Veja o trailer de TransformersAssim como no primeiro filme, a direção ficou a cargo de Michael Bay (Pearl Harbor e Armageddon), com produção executiva de Steven Spielberg. Os atores principais foram mantidos: Sam Witwicky (Shia LaBeouf) e a bela Mikaela (Megan Fox). No enredo, dois anos se passaram desde o último filme, quando Sam, com os robôs Autobots salvam a humanidade dos Decepticons invasores. Desta vez, Sam, seus amigos Autobots e uma força militar especial, batizada de Nest, têm de salvar o mundo das garras do poderoso vilão Fallen.O roteiro é sofrível, cheio de buracos e incoerências. O filme, no entanto, cumpre muito bem o papel para o qual ele se propõe: diversão despretensiosa para o ávido público consumidor americano. Sejam os jovens, em período de férias escolares, sejam os adultos, que sonham ver, em tempos de crise, seus automóveis atuando como super-heróis. A General Motors patrocina o longa.Os efeitos especiais são um caso à parte. E não poderia ser diferente, tendo Spielberg como produtor. As cenas de combates aéreos e marítimas só não impressionam mais do que assistir ao supervilão Devastator, literalmente, devastar as Pirâmides do Egito. Neste, 46 tipos diferentes de Transformers são apresentados, no primeiro foram apenas 14.Exceto por isso, o longa se resume a longos tiroteios, extensas cenas de lutas e piegas declarações de amor entre o mocinho Sam e a mocinha Mikaela. Metade disso poderia ter sido resumida, poupando os jovens que podem não ter paciência para aguentar os longos 147 minutos de projeção.Mas há participações especiais que merecem registro. Como a do ator anão Deep Roy, que fez o Oompa-Loompa, na segunda versão do longa A Fantástica Fábrica de Chocolate, e aqui interpreta um policial egípcio.ServiçoTransformers: A Vingança dos Derrotados (Transformers: Revenge of the Fallen, EUA/2009, 147 min.) Ação. Dir. Michael Bay. 12 anos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.