Tom Jobim e George Gershwin juntos, a capella e em inglês

No CD Here to Stay o grupo vocal BR6 interpreta, com novos arranjos, as mais conhecidas canções dos dois compositores

Roberta Pennafort, RIO, O Estadao de S.Paulo

26 Maio 2008 | 00h00

O parentesco entre Tom Jobim e George Gershwin já foi bastante explorado por críticos, cantores e instrumentistas. Em Here to Stay - Gershwin & Jobim (Biscoito Fino), do grupo vocal BR6, as músicas dos mestres da canção ganham versão a capella. Você jura que está ouvindo baixo, percussão, trumpete e outros instrumentos, mas são as vozes de Crismarie Hackenberg (meio-soprano), Augusto Ordine (barítono), Marcelo Caldi (tenor), Simô (baixo vocal), Deco Fiori (tenor) e Naife Simões (percussão vocal) os únicos sons presentes nas faixas, todas elas em inglês.São elas: de Tom, Waters of March (Águas de Março), Jazz?n?Samba (Só Danço Samba), Water to Drink (Água de Beber), The Girl from Ipanema (Garota de Ipanema), Forever Green (parceria de Tom com o filho Paulo Jobim já composta em inglês), Song of the Jet (Samba do Avião) e Pato Preto (instrumental); de Gershwin, Rhapsody in Blue (unida em medley a Waters of March), Someone to Watch Over Me, They Can?t Take That Away from Me, Fascinating Rhythm, They All Laughed e Love is Here to Stay.A faixa-bônus, Chovendo na Roseira - que foi incluída na trilha sonora da nova novela das 6 da TV Globo, Ciranda de Pedra -, é a única em português. Isso porque o disco foi uma encomenda do mercado norte-americano (lançado por lá no ano passado; aqui, em abril). O convite partiu depois que o BR6 participou de uma coletânea de Gershwin, nos Estados Unidos, com uma versão da clássica Summertime a capella."O produtor Bo Crane gostou muito do grupo e ficamos em contato. Quando chegamos com a idéia da ponte entre Gershwin e Jobim, ele comprou na hora. Quisemos trazer o Gershin um pouco pro Brasil e levar o Jobim pros Estados Unidos", diz Marcelo Caldi. O primeiro CD do grupo, MPB a Capella (Biscoito Fino), já havia saído nos EUA. Na mesma época, o BR6 ganhou prêmios da Contemporary A Capella Society, que promove uma espécie de Grammy do estilo.Os arranjos de Here to Stay foram divididos entre os integrantes (além de cantar, eles são instrumentistas). A escolha das músicas também foi coletiva. "Todos saíram atrás das músicas que conheciam. É difícil fazer arranjo para músicas superconhecidas e rearranjadas no mundo inteiro. Por isso, colocamos um molho de música brasileira e latina", conta Simô.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.