Time promissor da O2 divide direção da série

Meirelles fez 'passagem de bastão' entre amigos para filmar os 11 capítulos

Patrícia Villalba, O Estadao de S.Paulo

18 de junho de 2009 | 00h00

Fernando Meirelles ainda estava no meio de todo o frisson do lançamento de Ensaio Sobre A Cegueira, em setembro do ano passado, quando começaram as gravações da minissérie Som & Fúria - "pum, pum, pum", como ele mesmo diz. Após adaptar o texto e escolher atores, ele escalou um time de diretores da O2, para dividir a tarefa de filmar os 11 capítulos da minissérie. São eles (na foto acima, da esquerda para a direita):RODRIGO MEIRELLES: Ex-estudante de Engenharia, o jovem diretor está na O2 desde 2005, onde dirigiu diversos comerciais e uma websérie. Em Som & Fúria, assina dois capítulos. O sobrenome não é mero acaso: ele é "primo distante" de Fernando.TONIKO MELLO: Diretor de publicidade, ele se prepara para dirigir sseu primeiro longa-metragem, VIPs, em agosto. Com roteiro de Bráulio Mantovani (de Cidade de Deus), o filme é uma ficção baseada na história de Marcelo Nascimento da Rocha, golpista que se fez passar pelo filho do dono da Gol, Henrique Constantino. Em Som & Fúria, dirigiu três capítulos. "Acho que o Fernando quis fazer uma espécie de corrida com passagem de bastão, pois os episódios foram passando de um diretor para outro", explica. "Prefiro que Som & Fúria seja visto como algo bem diferente da conhecida e monolítica unidade de alguns trabalhos feitos para TV aberta."GISELE BARROCO: Também diretora experiente de comerciais, Gisele já fez mais de 300 filmes publicitários. Na TV, dirigiu episódios da série Antonia e está na equipe da nova temporada de Filhos do Carnaval, parcerias da O2 com a Globo e a HBO, respectivamente. Em Som & Fúria, dirigiu um episódio. "Chegamos a um conceito e estética comuns, mas ao mesmo tempo cada um teve espaço para fazer do seu jeito", observa.FABRIZIA PINTO: diretora de comerciais, ela dividiu a direção de Menino Maluquinho 2 (1998), com Meirelles. "Mesmo com cada um dirigindo seus episódios específicos, muitas vezes filmávamos dois ou três diretores na mesma diária, um na sequência do outro", conta. "Somos todos farinha do mesmo saco!"

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.