Terrorismo sob olhares múltiplos

Ponto de Vista articula personagens em torno da morte do presidente dos EUA

Luiz Carlos Merten, O Estadao de S.Paulo

14 de março de 2008 | 00h00

Em seu longa de estréia na direção, The Jury, há seis anos, o diretor Pete Travis já colocava em discussão diferentes pontos de vista, usando para isso as tensões no interior de um grupo heterogêneo que, durante um julgamento, tem de decidir se o acusado é inocente ou culpado. Pete Travis volta agora aos pontos de vista, e radicaliza. Chama-se justamente Ponto de Vista o novo filme do cineasta, cujo principal atrativo, para o público, deve ser a presença de Matthew Fox, astro da bem-sucedida (e enigmática) série Lost. Nem Fox nem Travis são bobos. Ambos sabem que a imagem do ator se constrói em torno dos enigmas de seu personagem em Lost. Não espere nada preto no branco em relação a Fox em Ponto de Vista. Prepare-se. Veja trailer do filme Ponto de VistaComo o falso documentário A Morte de George W. Bush, Ponto de Vista também trata do assassinato do presidente dos EUA. Logo na abertura, o espectador é informado de que o presidente (William Hurt) está na Espanha para participar de uma cúpula contra o terrorismo. O primeiro ponto de vista é o da produtora de TV Sigourney Weaver, que comanda a transmissão direta da cerimônia em Salamanca para os EUA. O presidente é atingido por disparos, uma bomba explode na praça central de Salamanca, cria-se o caos. A narrativa avança até um ponto, depois retrocede e volta 23 minutos antes para estabelecer outro ponto de vista, o de Dennis Quaid, que trabalha na segurança do presidente (e um ano antes foi atingido por disparos no exercício da função). Esse personagem em busca de segunda chance lembra um pouco o de Clint Eastwood em Na Linha de Fogo, de Wolfgang Petersen.De novo a narrativa avança para voltar ao mesmo horário - 11h59min57seg -, a partir do qual recomeça para reconstituir o atentado do ângulo de outro personagem. São vários - o próprio presidente, um turista norte-americano no meio da multidão, etc. A cada relato, uma informação vai sendo acrescentada ao mosaico. É um roteiro engenhoso (de Barry L. Levy) - tão engenhoso que se torna envolvente e disfarça um pouco os estereótipos e o subtexto político, sempre que o assunto é terrorismo.Serviço Ponto de Vista (Vantage Point, EUA/2008, 92 min.) - Drama. Dir. Pete Travis. 14 anos. Cotação: Regular

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.