Teoria literária e tradução de obra italiana são debatidas

A professora Andréia Guerini faz um estudo sobre a monumental obra Zibaldone di Pensieri, de Giacomo Leopardi, que passa tanto pela discussão de gêneros literários como por uma teoria da tradução. Embora a meditação sobre gênero literário remonte, no Ocidente, aos gregos, atingindo um primeiro ponto alto com Aristóteles, as reflexões sobre tradução tiveram uma história mais acidentada, que começa com os romanos para receber uma atenção mais detida nos últimos 25 anos do século passado. Leopardi trata dos dois assuntos em seu livro, milhares de páginas aparentemente desconexas que debatem questões de literatura, filosofia e arte tratadas por grandes pensadores ocidentais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.