Taipus, o paraíso de águas claras

Boa infra-estrutura e natureza exuberante fazem do destino a aposta do verão

O Estadao de S.Paulo

23 de outubro de 2008 | 00h00

Cenários intocados, mar de água transparente e sol brilhando quase o ano inteiro fazem do Nordeste o principal destino de praias no Brasil. É a maior faixa litorânea do País, com mais de 3 mil quilômetros de extensão, e reúne paisagens tão diversas quanto a cultura local. Há espaço para tudo: barreira de corais, falésias, trechos ideais para o surfe ou tão tranqüilas quanto o ritmo dos moradores. Com tantos e bons motivos, a grande aposta do verão teria de vir do Nordeste. Mas como escolher apenas um destino, entre tantas beldades? Fizemos reuniões na redação, ouvimos viajantes, entrevistamos experts. Depois de muito conversar - algumas discussões foram tão acaloradas quanto o verão nordestino - , temos a vencedora: Taipus de Fora, na Península de MaraúEssa maravilha fica a sete quilômetros de Barra Grande, distrito que concentra a maioria dos hotéis e pousadas. E é considerada a mais bonita em uma área que tem concorrentes como Cassange, praia de tombo pouco movimentada, ou Bombaça, queridinha dos surfistas. Taipus, no entanto, encanta pela água azul clara, represada em uma grande piscina que se forma na maré baixa. Um convite para que o turista alugue um snorkel e explore o aquário natural que se forma por ali. Para relaxar do "esforço" , aproveite as espreguiçadeiras dos quiosques espalhados pela orla. O resto do prazer é garantido ao admirar a paisagem. Se isso não bastasse para levar o título, saiba que, apesar da boa infra-estrutura turística, a área ainda não foi invadida por uma grande massa. E talvez nem seja. Chegar lá requer disposição. Os barcos que levam a Barra Grande saem de Camamu, a 335 quilômetros de Salvador ou a 102 quilômetros de Ilhéus. São 30 minutos de lancha ou 1h30 de barco. Acredite: o esforço vale a pena.Empresa de Turismo da Bahia (Emtursa): www.emtursa.ba.gov.br SEGREDO BEM GUARDADOILHA DE BOIPEBA Boipeba é um segredo bem guardado no litoral sul da Bahia. E, por mais contraditório que pareça, foi o isolamento da região que fez crescer o turismo nesse paraíso tropical. Considerada Área de Proteção Ambiental, a ilha preserva ares rústicos de colônia de pescadores. São 20 quilômetros de praias cercadas por recifes e coqueiros. Entre as mais freqüentadas estão Moreré e Bainema, com águas calmas, piscinas naturais e rica vida marinha. Vale a pena fazer o passeio de barco que percorre toda a ilha. Quando a maré está baixa, é possível ver o Madre de Dios, navio espanhol naufragado. Não deixe de comer as típicas ostras e a moqueca de camarão com banana-da-terra.Informações: www.ilhaboipeba.org.br

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.