Surpresas de Cajueiro da Praia até Pedra do Sal

O pequeno e notável litoral do Piauí consegue ser deserto e agitado; relaxante e aventureiro

O Estadao de S.Paulo

22 de maio de 2008 | 00h00

Pequeno e pouco conhecido, o litoral do Piauí reserva surpresas agradáveis. O Estado que tem a menor porção da costa brasileira - 66 quilômetros - consegue ostentar uma grande variedade de praias, das mais inexploradas e desertas às que lotam de turistas; das calmas, com piscinas naturais, às cheias de ondas para a prática de esportes náuticos. Espremida entre o Ceará e o Maranhão, a chamada Costa do Delta é uma espécie de continuação do litoral cearense e, por isso, tão bela quanto o famoso vizinho, com a vantagem de ser ainda mais selvagem. De Cajueiro da Praia, na ponta leste, até Pedra do Sal, extremo oeste, o que mais se vê são choupanas e barquinhos de pescadores, muita vegetação e dunas - com exceção das urbanizadas Atalaia e Coqueiro. Boas para quem quer sossego e, ao mesmo tempo, perfeitas para os que preferem aventura. Basta saber: quer fazer o quê?Se a proposta for aproveitar os ventos fortes de junho a outubro para praticar kitesurfe, windsurfe ou surfe, qualquer parada oferece condições ideais. Se a idéia é relaxar em um ambiente rústico, finque os pés entre a Praia do Cajueiro e Itaqui. Mas, para ficar perto da civilização, escolha Coqueiro e Atalaia. Seguindo de leste para oeste, a Cajueiro, um povoado de pescadores, é habitat natural do peixe-boi. Nas tranqüilas Barra Grande e Macapá, poucas choupanas e bares rústicos despontam na areia. Mais à frente, a hoje deserta Carnaubinhas arrasa com suas piscinas naturais. Após a pacata Itaqui, Coqueiro surge como um divisor de águas na Costa do Delta. É nesta praia de mar um pouco turvo, diferente do translúcido que reinava até então, que se concentram as mansões de políticos e da elite piauiense. As algas que acompanham o litoral do Piauí até este ponto não são mais encontradas em Atalaia. Mais urbanizada e agitada de todas, concentra a programação de shows, sendo palco, por exemplo, do Correfolia, o carnaval fora de época realizado em julho. A orla de Atalaia passa por obras de padronização dos quiosques - as 48 barracas estão sendo substituídas por 14 simpáticas palhoças - e construção de um calçadão. Pedra do Sal, a única na cidade de Parnaíba (as outras ficam em Luís Correia e Cajueiro da Praia), com águas limpas, 8 km de dunas e lagoas, é uma das mais bonitas da Costa do Delta. Outra opção do município é a Lagoa do Portinho, cercada por dunas móveis. Em Luís Correia, vale uma parada para ver um dos cartões-postais do Piauí: um tamarindo que cresceu na horizontal por causa do vento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.