Suíte de Yoko e Lennon aberta à visitação

A suíte do Hotel Hilton em Amsterdã (Holanda), onde John Lennon e Yoko Ono fizeram um protesto durante uma semana em março de 1969, está aberta à visitação pública, até o dia 29, em comemoração aos 40 anos daquele evento. O ex-beatle e sua mulher transformaram a lua de mel, em plena Guerra do Vietnã, num alerta pela paz. Exibindo-se em trajes brancos, eles receberam repórteres e fotógrafos para transmitir sua mensagem: "Deem uma chance à paz" (Give Peace a Chance, título de uma de suas canções). Uma noite de hospedagem na suíte nupcial, que foi reformada várias vezes, custa 1.750 euros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.