Steve Aoki administra um selo e incendeia pistas

DJ é atração de festa no clube paulistano D-Edge; sua gravadora lançou discos do Bloc Party e Klaxons

Marcus Vinícius Brasil, O Estadao de S.Paulo

24 de novembro de 2008 | 00h00

Steve Aoki é um jovem empresário da música alternativa. Dono de selo, agitador de festas e DJ, o rapaz foi um dos nomes mais comentados do circuito eletrônico mundial nos últimos dois anos. Ele é a principal atração de hoje em uma festa no clube paulistano D-Edge. O evento encerra uma série que precede o festival Nokia Trends - que será realizado no próximo sábado, no Cine Marrocos. Para hoje, o DJ promete "música muito alta, dançante e rock barulhento. O repertório terá muitos artistas do meu selo, como o MSTRKRFT, Bloody Beetroots, além de algumas de minhas músicas e remixes."Aoki foi um dos embaixadores da "new rave", termo inventado pela imprensa britânica em 2006. O rótulo reunia artistas que estavam misturando rock com música eletrônica, como os Klaxons e o Gossip. Não por acaso, o Dim Mak, selo do DJ, lançou alguns dos discos desses grupos.Outra descoberta de Aoki foi o Bloc Party. "Apesar de a banda ter feito muito sucesso, nosso selo ainda não atingiu o mainstream. Somos muito independentes, mas queremos que nossos músicos tenham a maior penetração possível no público. Não esperamos ficar apenas no underground, mas que as pessoas possam ouvir esse tipo de som. As coisas na dance music estão mudando; está surgindo uma nova cultura. E quero promover isso ao máximo."Como produtor, Aoki lançou seu primeiro álbum no começo deste ano. Pillowface and His Airplane Chronicles reunia músicas de artistas como Justice e Datarock, em remixes assinados pelo próprio DJ. Ele também forma a banda Wet Floor, que lançará seu primeiro single no começo de 2009. O grupo conta ainda com o alemão Boys Noize - outra estrela da eletrônica européia. Segundo Aoki, o nome é temporário, já que o título anterior, Herculez, foi descartado após a explosão do grupo nova-iorquino Hercules & Love Affair.Como se não bastassem tantas credenciais, ele ainda possui um extenso currículo de remixes. Já mexeu em faixas de gente como Lenny Kravitz, Duran Duran e Snoop Dogg. "Há muitos pedidos de músicas para eu remixar. Mas como estou muito ocupado, o que define se eu farei ou não é o tempo disponível. É por isso que estou trabalhando apenas com artistas consolidados, que recebem apoio de grandes gravadoras".No evento principal da plataforma Nokia Trends, no dia 29, se apresentarão a rapper Kid Sister e o veterano Bomb the Bass. O brasileiro Zegon, metade da dupla NASA, também está escalado. O primeiro disco do duo, intitulado Spirit of Apolo, será lançado no dia 17 de fevereiro e reúne mais de cem participações, entre instrumentistas e cantores. Figurões do pop, como Kanye West e David Byrne, aparecem no álbum.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.