DIVULGAÇÃO
DIVULGAÇÃO

Sotheby's espera leiloar obra de Van Gogh por US$ 50 milhões

 A casa de leilões Sotheby's leiloará no próximo dia 4 de novembro em Nova York a obra "Vaso com Margaridas e Papoulas", de Vincent Van Gogh, uma pintura atípica e comovente pela qual esperam arrecadar entre US$ 30 milhões e US$ 50 milhões.

EFE

02 de outubro de 2014 | 09h42

O quadro é um dos poucos trabalhos que Van Gogh vendeu em vida e foi pintado na casa de Auvers-sur-Oise (França) de um de seus melhores amigos, o doutor Gachet, que estava lhe tratando nos arredores de Paris poucas semanas antes de o artista se suicidar em 1890. 

Além disso, o óleo é uma das mais representativas obras do pintor, motivo pelo qual a Sotheby's o considera "a natureza morta mais importante de Van Gogh que se leiloa em mais de duas décadas".

O codiretor do Departamento Internacional de Impressionismo e Arte Moderna da Sotheby's, Simon Shaw, afirmou que esta obra "propaga a exuberância e a paixão que se encontram nas melhores e mais cobiçadas obras de Van Gogh".

"A composição vibrante captura em um nítido baixo-relevo a intensidade do artista no auge de sua mania, somente poucas se


manas antes de seu trágico final", acrescentou Shaw.

Segundo indica a casa de leilões em comunicado, o óleo foi adquirido pelo colecionador de pintura impressionista Gaston Alexandre Camentron quando Van Gogh ainda vivia.

O "Vaso com Margaridas e Papoulas" foi exposto em diversas galerias de arte até que, em 1928, chegou às mãos de um dos fundadores do Museu de Arte Moderna de Nova York (Moma), A. Conger Goodyear, que até agora abrigava o quadro em sua coleção privada.

Tudo o que sabemos sobre:
Van GoghLeilão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.