Soprano alemã Christel Goltz morre aos 96

A soprano alemã Christel Goltz, membro de honra da Ópera de Viena, morreu na noite da última sexta, na cidade austríaca de Baden bei Wien, perto de Viena. Ela tinha 96 anos. A morte foi anunciada pelo Teatro da Ópera de Viena ontem. Christel Goltz se apresentou nos palcos mais importantes de Nova York, Milão, Londres, Paris, Zurique e Buenos Aires. A soprano nasceu em Dortmund, na Alemanha, onde estudou canto e dança. Foi contratada em 1936 para atuar na Ópera de Dresden. Entre 1950 e 1970, a soprano encarnou 28 personagens. Destacou-se como intérprete de obras de Strauss, Verdi,Beethoven e Wagner.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.