Sete longas brasileiros vão a Berlim para encontro com produtores alemães

Sete projetos de longa-metragem brasileiros foram selecionados pela Agência Nacional de Cinema (Ancine) para participar do Encontro de Produtores Brasil-Alemanha, que ocorre no próximo dia 6 de fevereiro, durante o 59º Festival de Berlim. O encontro de produtores, acolhido pela Alemanha, foi uma sugestão da Ancine, e o número de projetos brasileiros inscritos logo nesta primeira edição passou de 60.No encontro promovido pela Agência Nacional do Cinema em parceria com o German Films e o Filmförderungsanstalt (FFA), com apoio do Cinema do Brasil, os produtores brasileiros terão a oportunidade de apresentar seus projetos, de forma estruturada (pitching), a produtores alemães. Cada apresentação terá, no máximo, 10 minutos. Brasil e Alemanha assinaram acordo de coprodução cinematográfica em 2005, durante o Festival de Berlim daquele ano. O custo do encontro de produtores é dividido entre os organizadores alemães, o Cinema do Brasil e os próprios produtores selecionados. O acordo Brasil-Alemanha foi estabelecido em decreto do presidente Lula em fevereiro de 2008, e cria facilidades para financiamento, filmagens e exibição nos dois países.Quanto ao Festival de Cinema de Berlim, a organização do evento ainda não divulgou a lista completa dos filmes selecionados para todas as suas mostras. Até o momento, o Brasil tem 2 representantes confirmados na mostra Panorama: Garapa, novo longa de José Padilha, e Vingança, dirigido por Paulo Pons e estrelado por Bárbara Borges e Erom Cordeiro.Os projetos selecionados são os seguintes: A Montanha - produção Três Mundos e Primo Filmes, direção de Vicente Ferraz.Dois Sequestros - produção Zencrane Filmes, direção de Marcos Jorge. Heleno - produção RT/Features e Videofilmes, direção de José Henrique Fonseca.Praia do Futuro - produção Coração da Selva, direção de Karim Aïnouz. Rania - produção Latitude Sul Produções Artísticas, direção de Roberta Marques. Terreno em Berlim - produção Gullane Filmes e Caos Produções, direção de Cao Hamburger.Uma Mulher Uma Arma - produção Ioiô Filmes, direção de Heitor Dhalia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.