Série presta homenagem a Carmen Miranda

Quatro duplas em quatro shows temáticos dão uma panorâmica na carreira de um dos maiores ícones da cultura pop musical brasileira, no Centro Cultural Banco do Brasil. A série Alô... Alô? 100 Anos de Carmen Miranda, que começa hoje no CCBB paulistano com Roberta Sá e Pedro Luís no show A Pequena Notável, passou por Brasília e Rio de Janeiro com o mesmo elenco, todos afinados com a figura e o estilo da homenageada. Na próxima terça, Eduardo Dussek (expert em Carmen) divide o palco com Rita Ribeiro em O Que É Que a Baiana Tem?, com destaque para canções de Ary Barroso, Dorival Caymmi e Assis Valente, três dos compositores que Carmen mais gravou, comentadas por Ruy Castro, biógrafo da cantora.Verônica Ferriani e Pedro Miranda se unem em É Disso Que Eu Gosto, no dia 23. Com comentários de Sérgio Cabral, o show destaca músicas gravadas por Carmen em dupla com Mario Reis, Almirante, Lamartine Babo e Barbosa Júnior, em que o bom humor dá a tônica.Esses três shows são o que Luís Filipe de Lima, que idealizou o projeto e assina a direção musical e artística, classifica de "tributo à memória da Carmen brasileira". A fase brasileira da cantora, compreende os dez anos entre a sua primeira gravação (1929) e a partida para os Estados Unidos (1939). A ênfase na brasilidade, segundo o diretor, tem intenção de contrabalançar a imagem com que Carmen ficou estigmatizada na memória do público: "Os clichês visuais como as bananas e abacaxis na cabeça, os turbantes exóticos e os vestidos de baiana estilizados que apresentava nos filmes de Hollywood".Essa face americanizada, porém, não poderia faltar para compor um retrato completo de Carmen. As canções que ela levou à Broadway e ao cinema - como Aquarela do Brasil, de Ary Barroso - estão no show Brazilian Bombshell, com Marcos Sacramento e Beatriz Faria, que encerra a série no dia 30.ServiçoAlô... Alô? 100 Anos de Carmen Miranda. CCBB. Teatro (125 lug.). Rua Álvares Penteado, 112, Centro, telefone 3113-3651. Às terças, 13 h e 19h30. R$ 6. Até 30/6

, O Estadao de S.Paulo

09 de junho de 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.