Sensibilidade para captar a essência das coisas

Antologia PessoalEric NepomucenoRecord352 págs., R$ 49 Eric Nepomuceno (1948) diz que Antologia Pessoal reúne contos, escritos entre 1973 e 2008, que "formam um mosaico de minha escrita ao longo do tempo". Dos 41 contos, alguns dos quais publicados originalmente em espanhol, 2 são inéditos. Organizá-los foi um trabalho penoso, pois o autor precisou recordar o contexto em que foram escritos. "Reler tudo que escrevi e publiquei acabou sendo, como disse uma amiga, realizar uma espécie de arqueologia de mim mesmo." Seus primeiros contos foram publicados na Argentina. A marca do trabalho de Nepomuceno é a sensibilidade na captação da essência dos fatos. Essa característica elabora uma expressão que diz menos, enquanto sugere mais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.