Segredos de menina e de adulto, em um País que se transforma

São duas boas atrações de cinema brasileiro no Canal Brasil, duas adaptações literárias. Helena Solberg assina Vida de Menina, às 18h30, e Flávio Tambellini é o diretor de O Passageiro - Segredos de Adulto, em cartaz a partir das 22 horas.Você até é capaz de jurar que o negócio de Helena Solberg é o documentário, pois ela fez Banana Is My Business, sobre Carmem Miranda, e Palavra (Em)Cantada, sobre a relação entre música e poesia no Brasil. Helena pode ter acertado a mão em seus documentários autorais, mas a ficção Vida de Menina, baseada no diário de Helena Morley, é obra de grande significado. Helena Morley escreveu seu diário no quadro de um Brasil - Minas Gerais - que se transformava, após a libertação dos escravos (1888) e a proclamação da República (1889).Seu olhar é de menina e o filme ?parece? delicado. Na verdade, é bastante duro sobre relações sociais e políticas, tanto quanto afetivas. Belo trabalho.Flávio Tambellini baseou-se no original de Cesário Mello Franco, um texto contemporâneo. Um garoto briga com o pai e, no mesmo dia, ele morre em um acidente. Rico, o jovem circula entre os apartamentos luxuosos de Ipanema, no Rio de Janeiro, de frente para o mar, e o mundo da favela. Ele descobre coisas, os tais segredos de adulto, que o amadurecem, precocemente. Tambellini evita o artificialismo de Bufo e Spallanzani e chega mais perto de um cinema policial e social, que é sua meta.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.