Alberto Pizzoli/AFP
Alberto Pizzoli/AFP

Salas dedicadas às obras de Botticelli reabrem em Florença

Espaço da Galleria degli Uffizi com as mais famosas pinturas do artista foi ampliado e recebeu nova iluminação; veja imagens

Ansa Flash

19 Outubro 2016 | 11h23

O espaço dedicado às obras do pintor florentino Sandro Botticelli reabriu as portas ao público após ser fechado temporariamente para reforma.

As salas na Galleria degli Uffizi em Florença, um dos mais antigos e tradicionais museus de arte do mundo, foram ampliadas e equipadas com uma nova iluminação. O percurso expositivo exibe as pinturas mais famosas do pintor renascentista, como O Nascimento de Vênus e A Primavera.

Essas telas, agora, estão protegidas por cubos de vidro inviolável e antifurto. Além das obras em tinta óleo, a grande pintura a têmpera sobre painel Annunciazione di Cestello, que não é fixa no museu, foi agregada à coleção do Botticelli. O espaço ainda tem alguns trabalhos dos artistas italianos Pollaiolo e Domenico Ghirlandaio, e também do belga Hugo van der Goes.

A reforma custou cerca de 700 mil euros arrecadados pela fundação Friends of Florence, presidida por Simonetta Brandolini d'Adda. A iniciativa também passou pela aprovação do diretor das Galleria degli Uffizi, Eike Schimidt, e pelo superintendente arqueológico Andrea Pessina.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.