Romance sobre a escravidão nos EUA

Baseado numa história real, o romance de Toni Morrison, pseudônimo da norte-americana Chloe Anthony Wofford e a primeira escritora negra a receber o Nobel em 1993, tornou-se um clássico contemporâneo sobre a escravidão norte-americana. Ganhador do Pulitzer de 1988, Amada é ambientada em 1973, época em que os EUA começam a lidar com as feridas do regime escravagista recém-abolido. Uma ex-escrava que mora nos arredores de Cincinnati, Sethe vive junto da filha uma vida retraída e enigmática até que uma inesperada visita a obriga a se defrontar com traumas que estavam no passado e, ao longo da narrativa, descobre uma verdade tão terrível que é difícil de ser nomeada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.