REUTERS/Simon Dawson
REUTERS/Simon Dawson

Robôs mediam visita particular a exibição de arte pop em Londres

Os visitantes podem percorrer a galeria pessoalmente ou reservando um robô, com o qual podem navegar pelo espaço, ampliando e diminuindo o zoom em obras que exploram o consumismo em massa, a cultura contemporânea e a história

Stuart McDill, Reuters

29 de outubro de 2020 | 16h24

LONDRES - A Galeria Saatchi, em Londres, está oferecendo uma exibição privada para robôs e humanos, permitindo que pessoas e máquinas vaguem pelo mundo louco do artista pop Philip Colbert em uma exposição projetada para funcionar tanto digitalmente quanto na vida real.



A mostra exibe trabalhos com a lagosta dos desenhos animados de Colbert, personagem central de suas pinturas e esculturas. Robôs de telepresença - robôs com controle remoto sobre rodas com câmeras e tela de tablet - são oferecidos para quem não comparece pessoalmente.

"Eu queria montar a abertura da minha exposição usando esses robôs de telepresença quase como uma visão sci-fi de um futuro possível, onde temos um robô de telepresença que vai ao mundo para nós, de modo que possamos ficar protegidos em casa", disse Colbert à Reuters.

"Senti que essa não era apenas uma forma de tornar o programa mais acessível, mas também de criar uma visão mais fantástica do futuro... É muito possível que as pessoas possam ser fisicamente obrigadas a estar presentes e não possam, portanto, elas têm a presença de um robô de alguma forma", afirmou Colbert.

Os visitantes podem percorrer a galeria pessoalmente ou reservando um robô, com o qual podem navegar pelo espaço, ampliando e diminuindo o zoom em obras que exploram o consumismo em massa, a cultura contemporânea e a história.

"Esta é uma maneira maravilhosa de assistir a uma prévia de um leilão ou de uma exposição. Você pode chegar perto da obra de arte, pode dar uma olhada de perto, de longe e você tem uma ideia da proporção, então é uma maneira bem legal de olhar para a arte", disse o leiloeiro Simon de Pury, que compareceu à mostra a partir de sua casa em Mônaco.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.