Roberto reúne maior público da MPB

Cantor inicia hoje série de nove shows em São Paulo, todos lotados, e agenda no ano deve bater recorde nacional de audiência

Jotabê Medeiros, O Estadao de S.Paulo

21 de agosto de 2009 | 00h00

Roberto Carlos estreia hoje o primeiro de nove shows em São Paulo, no Ginásio do Ibirapuera. Está em atividade febril: até o fim do ano, o cantor terá feito cerca de 60 shows da atual temporada (sua média recente era de 40 por ano). Parece muito? É bom lembrar que ele já chegou a fazer 150 concertos num único ano (praticamente dia sim dia não). A diferença agora é o público. É um dos maiores da carreira do artista. Todos querem vê-lo. Os shows desta temporada estão lotados, e Roberto chegou a se negar a fazer um segundo show no Maracanã, como tantos queriam. Veio a São Paulo após cinco shows em Porto Alegre, todos com vendagem recorde de ingressos.Desde o início do ano, após o seu tradicional cruzeiro em alto-mar, Roberto corre o País celebrando seus 50 anos de carreira, parte do projeto Itaúbrasil - o cantor ainda estuda a realização de um show gratuito no fim do ano, no qual gravaria o especial de fim de ano da Rede Globo. Estima-se que, ao final da temporada, após 20 apresentações nos Estados Unidos, tenha conseguido reunir o maior público da história da MPB.Em São Paulo, o repertório do show deve acentuar a ligação do artista com a cidade, especialmente em sua fase Jovem Guarda. A direção artística do espetáculo tem feito mudanças no repertório de acordo com o local, para cobrir o leque dos 50 anos de carreira do cantor.Desde o show em Cachoeiro do Itapemirim, em abril, quando Roberto comemorou seu aniversário de 68 anos, a abertura do concerto mudou - agora, o público, como se tivesse uma "senha" para a celebração, canta com a orquestra.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.