Reinado ameaçado

TV alcança 98% dos jovens; web, 86%

Cristina Padiglione, O Estadao de S.Paulo

11 de setembro de 2008 | 00h00

A TV ainda é a rainha da cocada preta da mídia, mas a presença do "ainda" na frase indica que a tendência de queda - ou pelo menos de divisão - do trono é irreversível. Dados do 4º Dossiê Universo Jovem, estudo promovido pela MTV Brasil, mostram que a TV aberta e o rádio são os meios de maior penetração entre os jovens: 98%.Mas, de 2005 para cá, cresceu de 68% para 86% a fatia de internautas entre esse time. O setor se defende. Argumenta que o consumidor em questão tem o hábito de ligar o computador sem desligar a TV.O estudo da MTV foi encomendado ao Datafolha, que ouviu gente entre 12 e 30 anos pelos quatro cantos do País, das classes A, B e C.Na TV, o maior alvo de interesse dos entrevistados é a programação de filmes (79%), seguida de jornalismo (64%), novelas (59%), clipes e programas musicais (46%), humorísticos (45%) e seriados (41%).Focado em sustentabilidade, o dossiê da vez investiga também os temores desse público - a violência lidera, com 43% na média nacional. Na faixa acima dos 15 anos, 61% já experimentou alguma droga, índice que sobe para 80% em Porto Alegre.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.