Reflexões de Chomsky sobre o pós-11 de Setembro

No momento em que os Estados Unidos exercem um poder cada mais vez maior sobre o restante do mundo, uma das principais vozes dos EUA, a do lingüista Noam Chomsky, necessita mais do que nunca ser ouvida. Em 30 ensaios oportunos e acessíveis, o autor examina de forma convincente as questões candentes de nosso mundo após o 11 de Setembro. Ele trata da invasão e ocupação do Iraque, do presidente Bush e da invasão do Líbano por Israel. Os artigos escritos entre 2002 e 2007 foram publicados em jornais como o New York Times Syndicate e New York Times. Apesar das inquietações com um país envolvido em guerra, Chomsky acredita no poder do povo para promover mudanças.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.