Rede faz mea culpa

Canal pede reclassificação de novelas

Keila Jimenez, O Estadao de S.Paulo

23 de maio de 2009 | 00h00

Após ser advertida sobre problemas com cenas de violência e palavras de baixo calão em duas novelas atualmente no ar, a Record admitiu "os escorregões" e pediu ao Ministério da Justiça a reclassificação de Promessas de Amor e Poder Paralelo. Não, você não leu errado. Foi a emissora mesmo que pediu a reclassificação de suas novelas.Segundo o MJ, a pedido da Record, Promessas de Amor, antes classificada como "livre", passa a ser "não recomendada para menores de 12". Já Poder Paralelo, que era "não recomendada para menores de 12 anos" passa a ser imprópria para menores de 14 anos. Apesar da reclassificação não alterar o horário de exibição dos folhetins, que já se enquadravam na faixa horária adequada, o pedido causou estranheza no mercado, uma vez que as emissoras costumam levar a ferro e fogo as advertências do MJ."Essa adequação à classificação indicativa não precisa ser um litígio", diz o secretário Nacional de Justiça, Romeu Tuma. Procurada, a Record confirma o pedido de reclassificação, e promete adequar o horário de exibição das novelas até nas praças com fuso horário diferente .

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.