Razões para odiá-los

Banda mala pra cacete esse Radiohead! O cara não canta, mia. Parece que tá com um gato atravessado na garganta.Têm 20 anos de carreira e só dois hits, Fake Plastic Trees e Creep. E são duas babas românticas que encaixariam perfeitamente no repertório de Julio Iglesias. Paranoid Android é pop inglês ou é um falsete do Mauricio Manieri? Tão zoando com nossa sanidade?Os sujeitos tiveram a manha de ficar "enjoados" do sucesso. Tipo: "Vamos dar um tempo, estamos enjoadinhos do sucesso." É namoro de ex-BBB quando sai da casa? Ou então: "Sou um pop star por acidente, eu queria mesmo era ser artista plástico", disse o tal de Thom Yorke, numa das raras frases inteligíveis que pronuncia em entrevistas.O cara diz que parou de tocar guitarra, que reconhece tocar mal, e começou a tocar piano, que diz tocar pior ainda. "O entusiasmo é maior quando você não domina bem um instrumento", ele disse. Ah, é? Vou emprestar para ele o meu vizinho que começou a estudar violoncelo há um ano e ainda toca Lightly Row 120 vezes por dia.Não bastasse sua própria chatice, têm ainda responsabilidade por gerar imitadores em cascata, começando pelos supermalas Coldplay, Keane, Interpol, Muse e outras babas.São tão chatos que os chatos dos jazzistas "modernos", gente como o pianista Brad Mehldau, inventaram de inventar que suas canções podem ser "standards" do jazz. Deus, que piada! Será que esses malas do novo jazz nunca ouviram Giant Steps? Ou Sketches of Spain? Ou Kind of Blue? Têm de ficar acariciando pop de segunda categoria como se fosse música?Piada essa história de que sejam "maiores que o U2". Até hoje ainda copiam riffs do The Edge. Duvida? Ouve aí 15 Step, meu velho. É cuspido e escarrado o Edge. É remédio genérico, é pílula de farinha. TEXTO CONSTRUÍDO A PARTIR DAS CRÍTICAS MAIS COMUNS AO RADIOHEAD

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.