Ansa
Ansa

Quadro perdido de Ticiano é encontrado após 2 décadas

Obra 'Ritratto di Gentiluomo con Berretto Nero' foi restituída ao Estado da Itália pela polícia

Ansa, Redação

19 de maio de 2022 | 16h18

Uma obra do pintor renascentista Ticiano tida como perdida foi recuperada pelo núcleo de proteção do patrimônio cultural da polícia militar da Itália.

Trata-se do quadro Ritratto di Gentiluomo con Berretto Nero (Retrato de cavalheiro com boina preta, em tradução literal), avaliado em aproximadamente 7 milhões de euros (R$ 37 milhões).

A obra havia sido vista pela última vez em 2003, durante uma inspeção das autoridades no Vêneto, mas depois foi retirada ilegalmente da Itália.

Em 2020, um casal de colecionadores do Piemonte comunicou ao Escritório de Exportações de Turim o retorno do quadro, que estava na Suíça, para a realização de análises. Investigações sucessivas então comprovaram a exportação ilícita da tela, que foi apreendida em junho de 2021 pela Arma dos Carabineiros.

Após a confirmação do confisco pela Justiça, a pintura de Ticiano foi restituída ao Estado italiano nesta quinta-feira, 19.

"Uma das causas do empobrecimento do patrimônio cultural italiano é a exportação ilícita de obras, e nosso objetivo é combater essa atividade", disse à Ansa Silvio Mele, comandante do núcleo de proteção do patrimônio cultural da Arma dos Carabineiros em Turim.

Nascido entre 1488 e 1490, Ticiano foi um dos expoentes do Renascimento veneziano e um dos mais versáteis pintores italianos da época. 

 

Tudo o que sabemos sobre:
artes plásticasTiciano

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.