Programa leva peças de sucesso para rodar o País

Serão 43 espetáculos em turnês no ano que vem e ingressos a preços populares

Roberta Pennafort, RIO, O Estadao de S.Paulo

29 de agosto de 2009 | 00h00

Moradores de 85 municípios brasileiros que não teriam a chance de ver peças de sucesso no Rio e em São Paulo poderão conferir 43 espetáculos até o fim do ano que vem. São cidades pequenas, como Tabira (PE) e Porto União (SC), ambas com menos de 35 mil habitantes, e médias, como Petrópolis (RJ), Arapiraca (AL) e Anápolis (GO), além de capitais, de Manaus a Porto Alegre, que receberão espetáculos contemplados pelo Programa BR de Cultura. Escolhidas entre 384 inscritas, as peças, entre as quais serão distribuídos R$ 12 mihões, foram anunciadas anteontem à tarde. Na lista há montagens como a do musical Sassaricando, de Sergio Cabral e Rosa Maria Araujo, que desde 2007 já passou por dez cidades, à comédia Z.É. Zenas Improvisadas, que em seis anos só foi encenada no Rio e em São Paulo. Entre outros artistas, comemoraram a atriz Inez Viana e o diretor Guilherme Piva, que viajarão com A Mulher Que Escreveu a Bíblia para Salvador, Fortaleza, Macaé (RJ) e Santos, a atriz Andreia Beltrão, que seguirá com As Centenárias para Belo Horizonte, Curitiba e Porto Alegre e os atores Thiago Lacerda e Claudio Fontana (também produtor), cujo espetáculo Calígula, dirigido por Gabriel Villela, viajará por sete capitais do País em 2010. Com esse programa de patrocínio, o preço médio dos ingressos ficará em apenas R$ 18, sendo que o máximo foi estabelecido em R$ 40. Algumas peças terão apresentações gratuitas. Esta é a primeira edição do programa. As escolhas foram feitas por comissões formadas por artistas e representantes da BR, da Petrobras, do Ministério da Cultura e da Secretaria de Comunicação da Presidência da República. Os critérios foram os resultados já obtidos e, claro, a qualidade dos espetáculos. A listagem completa dos vencedores está no site www.br.com.br.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.