Procon: ''Evite adjudicados''

Entre os 55 mil unidades usadas que estão à venda no Feirão, 1,6 mil são adjudicadas - ou seja: foram retomadas pela Caixa por falta de pagamento. O grande atrativo desses imóveis é o preço. Eles costumam custar de 20% a 30% menos que os imóveis da mesma categoria. Porém, no fim das contas, o barato pode sair caro.Embora a Caixa tenha regulamentado a situação jurídica desses empreendimentos, o comprador pode ter de enfrentar alguns percalços até conseguir garantir a posse da casa.O motivo? Cerca de 80% dessas unidades ainda estão ocupadas pelos antigos proprietários. Para tirá-los de lá, muitas vezes os mutuários têm de recorrer à Justiça - o que pode gerar custos e muita dor de cabeça.Por esse motivo, o Procon desaconselha a compra de unidades adjudicadas. Já o representante do Conselho Regional de Corretores de Imóveis (Creci-SP), Gilberto Yogui, afirma que o negócio é seguro. "Os antigos moradores costumam demorar no máximo 90 dias para deixar o local."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.