Marcos Moraes/ Brazil Photo Press
Marcos Moraes/ Brazil Photo Press

Prefeito Haddad ironiza grafite que homenageia 'Chaves': 'Agora é pra valer'

Andrea Matarazzo (PSDB) usou o Twitter para responder ao prefeito

O Estado de S. Paulo

01 de abril de 2015 | 16h26

Atualizado às 21h10

Depois da polêmica com o grafite cuja figura seria parecida com a do ex-presidente da Venezuela, Hugo Chávez, o prefeito de São Paulo Fernando Haddad usou seu Twitter oficial para ironizar o ocorrido. Na semana passada, foi inaugurado na região do Guarapiranga, na zona sul da capital paulista, um mural em homenagem à série mexicana Chaves, com os personagens Quico, Dona Florinda, Seu Madruga, Professor Girafales e Bruxa dos 71.

"Agora é pra valer. Grafiteiros homenageiam Chaves em mural da Zona sul de São Paulo", escreveu o político, que compartilhou a matéria publicada pelo Estado no último domingo, 29. Haddad faria referência à polêmica criada em torno de um rosto grafitado na parede dos Arcos do Jânio, que, segundo a oposição, era uma homenagem explícita a Hugo Chávez.Em 12 de fevereiro, o desenho no Arcos do Jânio amanheceu pichado. "A referência da obra era um africano, não um líder político. Queria retratar uma pessoa que não tinha voz e levar para um espaço com publicidade", disse em entrevista ao Estado.

O vereador Andrea Matarazzo (PSDB) também usou o Twitter para responder ao prefeito de São Paulo. "Se tentou fazer humor, o prefeito mais uma vez falhou. Ainda precisa assistir a muitos episódios de Chaves para conseguir ter graça", afirmou.

O mural do Chaves (o personagem) está localizado na Rua José Rafaeli, no Guarapiranga, e foi feito pelo artista Paulo Terra em parceria com o irmão, Pedro Terra, além dos grafiteiros Cristiano Ramos, Cristiano Batista e Edy. A obra levou 26 dias para ser finalizada.

 

Tudo o que sabemos sobre:
HaddaChavesHugo Chávez

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.