Por que marginal?

RUPTURA: "O Cinema Marginal caracteriza-se por ser um conjunto heterogêneo de filmes realizados entre o final dos anos 1960 até meados da década seguinte por diretores em geral bastante jovens e que romperam, no campo artístico, com o Cinema Novo.A ruptura era provocada, sobretudo, pela percepção de que os cinenovistas haviam posto de lado seu compromisso com a pesquisa estética na tentativa de alcançar maior aceitação por parte do público, por meio de filmes mais facilmente compreensíveis. Os realizadores ligados ao Cinema Marginal pretendiam continuar aprofundando as experiências estéticas.Ademais, o confronto em relação ao Cinema Novo também pode ser identificado pelas produções bem mais modestas em termos econômicos, pela falta de contatos com a política cinematográfica do Estado, pela adesão à contracultura etc." Trecho do artigo escrito pelo pesquisador Arthur Autran especialmente para o encarte dos DVDs da coleção. O texto pode ser acessado na íntegra pelo site www.lumefilmes.com.br. Outra fonte de pesquisa é o portal brasileiro de cinema, no site www.heco.com.br

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.