Pluralidade cultural da Teia 2007 ocupa espaços de Belo Horizonte

De hoje a domingo, diversos espaços em Belo Horizonte (MG) vão abrigar a segunda Teia, evento que reúne diversas atividades culturais, com apoio do Ministério da Cultura, e os governos estadual e municipal. O foco desta edição é a relação entre cultura e educação, com a participação de mais de 600 Pontos de Cultura de todo o País. Esses Pontos são organizações da sociedade que promovem cultura, educação e economia solidária em suas comunidades. Entre os participantes, estão a Ciranda do Thiangá, de Boa Vista (RR), a Orquestra de Violinos (Rio), Tambores do Tocantins (Porto Nacional, TO), o Hip Hop a Lápis (São Paulo), Varau Grafitado (João Pessoa, PB). As atrações vão ocupar espaços como o Palácio das Artes, o Museu de Artes e Ofícios e o Teatro Francisco Nunes, na região central. Sob a curadoria de Jorge Mautner, cantores consagrados da MPB, como Alceu Valença, Fagner e Martinho da Vila participam de shows de alguns Pontos. Segundo o ministro da Cultura, Gilberto Gil, a idéia é abrir espaço para que ''''os povos se expressem da forma como queiram se expressar''''.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.