Pinacoteca
Pinacoteca

Pinacoteca divulga programação com foco na arte urbana para 2020

Espetáculos de dança e cursos estão na agenda do museu; cultura indígena e obras brasileiras também estão em evidência para o próximo ano

Redação, O Estado de S. Paulo

25 de novembro de 2019 | 17h03

Em 2020, a Pinacoteca de São Paulo vai dedicar sua programação para convidar o público a pensar nas relações que permeiam a arte e o espaço urbano, com a intenção de colocar em evidência a rica produção artística que surge nesse contato com o ambiente da cidade. A agenda, que se inicia em março, vai trazer para o museu uma série de artistas de peso e uma vasta programação que deve complementar o tema.

Comemorando seus 115 anos, o museu vai abrir o calendário do ano quem vem com OSGEMEOS,  que apresentam ao público a mostra Segredos, primeira exposição panorâmica da dupla de artistas - que sempre utilizou a cidade como fonte de inspiração -, aqui no Brasil.

Já os hábitos de consumo e também as políticas sociais da vida urbana, serão representados no Refiguring American Art 1913-1993 (ainda sem título em português), uma parceria entre a Pinacoteca e a Terra Foundation, que trará ao país trabalhos de grandes artistas norte-americanos, como Edward Hopper, Horace Pippin, Jacob Lawrence, Cindy Sherman, Barbara Kruger, Andy Warhol, Philip Guston, entre outros.

Outro destaque interessante - e que promete fazer um contraponto à proposta de arte mais urbana que o museu propõe, é uma mostra coletiva, com curadoria da pesquisadora indígena Naine Terena, sobre a produção de arte contemporânea dos índios brasileiros. Em exibição ao público estarão pinturas, vídeos, fotografias, instalações e performances.

E, complementando as exposições, o museu também vai dar prosseguimento a projetos já tradicionais da casa, como os cursos de História da Arte, o Musica na Pina e o Dança na Pina. Já a Pinaball, festa de gala do aniversariante, está marcada para 13 de agosto - sua última edição foi em 2015, quando a Pinacoteca completou 110 anos. 

Confira a programação completa logo abaixo:

  • Hudnilson Jr.

15/03 a 17/08 - Edifício Pina Estação

  • OSGEMEOS, Segredos

28/03 a 03/08 - Edifício Pina Luz

  • Joan Jonas

09/05 a 12/10 - Edifício Pina Estação

  • Reabertura da exposição de longa duração do acervo

Julho - Edifício Pina Luz

  • Arte Contemporânea Indígena

04/07 a 28/09 - Edifício Pina Luz

  • Refiguring American Art 1913-1993

29/08/2020 a 01/02/21 - Edifício Pina Luz

  • André Komatsu

29/08 a 09/11 - Edifício Pina Luz

  • Fayga Ostrower

12/09/2020 a 22/02/2021 - Edifício Pina Estação

  • Belmiro de Almeida & Rodolfo Amoedo

24/10/2020 a 28/02/2021 - Edifício Pina Luz

  • José Damasceno

07/11/2020 a 19/04/2021 - Edifício Pina Estação

  • Lais Myrrha

05/12/2020 a 02/05/2021 - Edifício Pina Luz

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.