Persona

Os bilhões do FATSentado sobre um cofre de R$ 130 bilhões - os recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador, FAT - o ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi, está entre dois fogos, e assim vai ficar até o final de outubro. De um lado, o BNDES o informou de que precisa, para o ano que vem, de R$ 90 bilhões, e só tem R$ 60 bilhões. Uma das saídas para fechar a diferença é o FAT, que já responde por quase 90% do dinheiro que o banco usa para emprestar. O que o banco quer é que o ministério autorize o Fundo a repassar-lhe também um pacote de verbas que normalmente iriam para outros endereços, como Banco do Brasil ou Caixa Econômica Federal. Mas o pessoal do setor de bionergia acaba de procurar o ministro para lhe pedir exatamente o contrário. Dez entre dez desses empresários querem que os recursos para o setor sejam repassados justamente via BB ou Caixa, que - dizem eles - são muito mais rápidos e menos burocráticos na liberação do dinheiro. A briga e a pressa não surpreendem: a temperatura sempre aumenta quando está para começar um ano eleitoral. Em 2008 haverá eleições em 5.562 cidades brasileiras.EliteEmbora jure que não viu ainda a cópia pirata de Tropa de Elite, o prefeito do Rio, César Maia, reproduz em seu "ex-Blog" o depoimento de um oficial não-identificado do BOPE que, sim, parece ter visto o filme com lupa. Entre comentários sobre a falta de apoio dos governos à polícia entre ares de crítica de cinema, ele escreve: "O padrão de corrupção no filme, eu nunca vi na PM. Talvez o filme tenha levado ao exagero para pontificar a existência de corruptos."Selo carimbadoCartas circuladas antes da emissão do selo; o pioneiro Penny Black, lançado pela Inglaterra em 1840; e a famosa série brasileira Olho de Boi, o segundo selo emitido no mundo, e muitas outras curiosidades filatélicas estarão expostas no 3º Encontro Internacional de Filatelia, que acontece nos dias 5 e 6 de outubro, no Novotel Jaraguá, no Centro de São Paulo. Além da exposição, haverá um setor comercial para compra, venda, troca e avaliação de material antigo.ParceriaO escritor chileno Antonio Skármeta, autor do livro O Carteiro e o Poeta (Record), que inspirou o filme internacionalmente conhecido, chega a São Paulo no fim de semana. Ele passa alguns dias no sítio do compositor Toquinho. O plano da dupla é compor novas canções.Toquinho, aliás, participa, sexta, de um show, no Via Funchal, em prol da Childhood Brasil, que trabalha contra exploração sexual de crianças.No museuPintou talento brasileiro em um dos mais importantes acervos de propaganda do mundo, o Musée de La Publicité, em Paris. As quatro peças da campanha Maratona de Dança, que a Dentsu Latin America criou para o Centro da Cultura Judaica, foram selecionadas para fazer parte da coleção particular da casa. As peças foram produzidas pela dupla Estefânio Holtz e Zé Ricardo Nóvoa, diretor e redator da Dentsu, que é uma joint venture da japonesa Dentsu INC com a DPZ.CinecittàAntonio Catania aporta na próxima semana em São Paulo. Estrela de Liscio, atração da 3ª Semana do Cinema Contemporâneo Italiano, Catania é ator dos mais festejados na Itália. A Semana recebe ainda uma comitiva com a missão de mostrar que o bom cinema italiano resiste. Na lista da trupe, chegam à cidade, trazida pela Câmara Ítalo-Brasileira de Comércio e Indústria, que organiza o festival, produtores, jornalistas e diretores. Vêm conhecer o cenário paulista e trocar figurinhas com profissionais brasileiros.PaulicéiaEm contrapartida, em outubro, uma comitiva brasileira também irá à Itália, durante o 2º Festival de Cinema de Roma. A lista de afazeres dos brasileiros inclui visita à Cinecittà e tour pelos estúdios de Fellini. Para completar, uma recepção na Embaixada do Brasil em Roma celebra o primeiro fruto do acordo firmado com a mesma Câmara Ítalo-Brasileira de Comércio e Indústria para aumentar a participação brasileira em festivais italianos. O Brasil será o foco do Festival de Roma 2008 e uma pequena mostra de filmes já para este ano está sendo preparada.Talento no chãoO show tem de continuar. Essa máxima do entretenimento nunca se mostrou tão verdadeira na noite de anteontem, no palco do Bourbon Street, em Moema. Passava da meia-noite, e o cantor e pianista norte-americano Davell Crawford, uma das estrelas da música de Nova Orleans, fazia um impecável show em homenagem ao aniversário de Ray Charles (que faria 77 anos no domingo). Aproximava-se a hora do bis. Mas aí, ouviu-se um estrondo: o teclado Yamaha que Crawford tocava espatifou-se no chão. O músico deu um salto para trás, assustado. Mas, ato contínuo, retirou o microfone do pedestal e continuou cantando, sem perder sua entrada. Depois, agachou-se e testou o teclado caído. O som ainda vinha perfeito. Davell não teve dúvidas: continuou o show ali mesmo, no chão.A platéia aplaudiu freneticamente a classe e a presença de espírito do cantor. Segundo o Bourbon Street, onde aconteceu o show, o próprio Davell tinha trocado o suporte do teclado, insatisfeito com o original, que era mais sólido. Mas não checou direito a capacidade de sustentação dos pés.Briga boaCom a volta do mensalão mineiro (o relatório da Polícia Federal sobre o assunto está para ser divulgado), um dos pontos quentes será a briga de alto coturno entre o ex-tesoureiro do senador Eduardo Azeredo (PSDB), Cláudio Mourão, que anda muito quieto, e o lobista Nilton Monteiro, que voltou a falar. Monteiro é tido como autor de famosa lista de beneficiários de propinas de Furnas, divulgada na CPI dos Correios. Ele deu vários depoimentos espontâneos à PF e diz que a denúncia da Procuradoria Geral da República "será devastadora".MiúdasLuciana Faria, Renata Veríssimo e Stellinha Jacintho estão empenhadas em arrecadar fundos para a participação de atletas brasileiros na Special Olympics, que acontece em Xangai, de 2 a 11 de outubro. Colocaram na Thelure o material oficial da campanha e estão incentivando suas clientes a adotarem um atleta. A Editora Palas Athena traz ao Brasil o escritor espanhol Xesús Jares, catedrático em Didática e Organização Escolar da Universidade La Coruña. Ele é autor de livros como Educação para a Paz: Sua Teoria e Sua Prática e Educar para a Verdade e para a Esperança; e hoje, no Auditório do Masp, fala sobre sua tese de criação de um pacto educativo global. Estão no Brasil o designer argentino Alejandro Sarmiento e a jornalista Lujan Cambarieri para o workshop de design experimental Amor Líquido, no Centro Universitário Senac. Eles são os responsáveis pela criação da metodologia Satori, que prega utilização de materiais de descarte para fazer arte. As peças criadas no Senac serão expostas na mostra Design Essencial, que será aberta dia 24, segunda-feira, no Museu da Casa Brasileira.Felipe Faria, Luigi Cardoso Alves e Rafael Setrak abrem o Museum para o Nokia Trends Mob Jam. Entre os artistas confirmados, tocam Ale Reis e o Crossover, duo formado por Julio Torres e o violinista Amon Lima, para fazer uma fusão de música eletrônica com a música erudita.Clicio Barroso, renomado fotógrafo de tecnologia digital, lança hoje a partir das 19h30 o livro Adobe Photoshop Lightroom - O Guia Completo para Fotógrafos Digitais, da Editora Photos, na Fnac Pinheiros. Patrícia Coelho canta na Casa Belfiori. Em seguida, os Djs Lu Riot e Tchello recebem o multiartista Ricardinho Athaíde - parceiro de Coelhão na banda - como convidado especial.Para dançar: Silvinho Conchon e Beto Abud recebem na Pacha o DJ Jim Rivers para tocar na noite In The House. Felipe Vâncio e Puff tocam no Royal. A Clash tem uma noite de tecno pesado - com Denis Hadler, o francês David Carretta, Mau Mau e Andy. Na The Week, a noite é mais hétero: tem show da Quasímodo e aniversário do bar Farol Madalena.O poeta Régis Bonvicino lança domingo, no estande da Martins Editora na Bienal do Rio, o livro Um Barco Remenda o Mar/Dez poetas Chineses Contemporâneos, que ele organizou em parceria com Yao Feng.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.