Peças teatrais que mesclam o sagrado e o profano

O escritor gaúcho Caio Fernando Abreu (1948- 1996) costumava ir ao teatro com frequência. Sua atração pelo palco o levou a se tornar ator e a se dedicar também à dramaturgia. Suas criações nesse gênero foram reunidas em um volume, agora reeditado, por Luís Artur Nunes e Marcos Breda. As oito peças que integram a obra - entre elas, Pode Ser Que Seja Só o Leiteiro Lá Fora e A Maldição do Vale Negro - são apresentadas em ordem cronológica de suas estreias, com as respectivas fichas técnicas e fotos de montagens. Os textos mostram um autor cosmopolita, que mescla o profano e o sagrado e imprime lirismo ao cotidiano. Jornalista, Caio Fernando Abreu foi cronista do Estado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.