Peça de Dario Fo ganha leitura dramática

Os atores Debora Duboc, Luiz Alex Tasso, Ricardo Aguiar e outros do Projeto Arlecchino realizam hoje, às 20 h, no Teatro Commune (Rua da Consolação, 1.218, 3476-0792), uma leitura dramática da Um Dia Quase Igual aos Outros, do italiano Dario Fo. A tradução e a direção são de Neyde Veneziano. O texto é uma tragicomédia sobre uma bem-sucedida produtora de vídeos, Júlia (interpretada por Debora Duboc), que decide se matar. Só que em vez de escrever um bilhete de despedida, como é comum entre os suicidada, ela resolve produzir uma videocarta com intenção de culpar o ex-marido pela tragédia. A entrada é franca.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.