Passatempo de primeira e de luxo com Audrey Hepburn

A história original, de Truman Capote, é curta, mas a versão que Blake Edwards rodou de Bonequinha de Luxo tem o sabor de comédia muito sofisticada. Basta sintonizar no Telecine Cult, às 17h25, para ter certeza. Audrey Hepburn, no auge da beleza, vive a interiorana que cria uma persona (Holly Golightly) para brilhar em Manhattan. Na verdade, é garota de programa, mas o filme nunca deixa isso claro, da mesma forma que George Peppard, um aspirante a escritor, também é gigolô (e aí o diretor é um pouco mais explícito). O romance entre dois personagens tão marginais se tornou referência no cinema americano dos anos 1960, especialmente pela delicadeza com que são apresentados por Edwards.É curiosa a presença de um personagem brasileiro, noivo de Holly, que faz um dos comentários mais divertidos do filme: "Ele toma mais ou menos 15 banhos por dia, acho que um homem deveria cheirar pelo menos um pouco." Finalmente, a insuperável trilha sonora de Henri Mancini, um presente para os ouvidos, especialmente a faixa mais famosa, Moon River. Passatempo de primeira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.