Passageiro de Tambellini traz segredos de adulto

Flávio Tambellini fez cerca de 20 filmes como produtor até estrear na direção com Buffo & Spallanzani, uma adaptação de Rubem Fonseca, à qual se seguiu outro experimento como diretor, O Passageiro - Segredos de Adulto. O filme é outra adaptação - do romance de Cesário Mello Franco - e passa às 22 horas no Canal Brasil.Muito bem produzido - uma característica do trabalho de Tambellini -, o filme conta a história de garoto de 17 anos confrontado com a morte brutal de seu pai, poucas horas depois de uma violenta discussão entre eles. O pai acusa o filho de ser mimado e sonhador. O filho retruca que ele é corrupto. A partir de seu envolvimento com uma mulher sedutora, ex-amante do pai, o jovem descobre os últimos momentos do morto e os segredos da família. Tudo isso no quadro do rito de passagem, quando ele próprio faz suas primeiras escolhas amorosas.Menos ''artificial'' do que Buffo, O Passageiro sofre de outro tipo de problema. É um projeto amplo, simultaneamente thriller de fundo psicológico, estudo de personagens e crítica social. Não é que Tambellini se perca, mas dos vários filmes possíveis ele tira um correto, quando poderia ser apaixonante. Carolina Ferraz excede em beleza.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.