Para lembrar o carisma do ''velho'' Liotta

Quem viu o recente Território Restrito, com Harrison Ford e Alice Braga, talvez tenha tomado um choque ao ver o que Ray Liotta fez consigo mesmo. Plásticas, botox, tudo aquilo de que ele se valeu em busca da eterna juventude reverteu contra o astro e ele virou uma figura estranhíssima, para dizer-se o mínimo. Talvez seja crueldade propor isso, mas você pode ver como era Ray Liotta sintonizando às 22 horas no TCM para assistir a Os Bons Companheiros. O filme de Martin Scorsese mostra Liotta como um homem que faz carreira na Máfia e depois vive pesadelo para deixar a organização criminosa. O plano sequência da abertura é antológico, um tour de force do fotógrafo Michael Balhaus e a prova do carisma que Liotta tinha - e terminou perdendo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.