Palestinos se despedem do poeta Darwish

Milhares de palestinos deram anteontem o último adeus ao poeta nacional Mahmoud Darwish, na cidade de Ramallah, Cisjordânia, no maior funeral registrado desde o de Yasser Arafat, em 2004. Os restos de Darwish, que morreu no sábado em uma clínica de Houston (EUA), após uma operação do coração, chegaram na manhã de terça à capital da Jordânia, Amã, para depois serem levados à sede presidencial da Autoridade Nacional Palestina (ANP), em Ramallah. O primeiro-ministro da ANP, Salam Fayyad, o definiu como "poeta da terra e da vida, símbolo da identidade nacional palestina e da cultura humana".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.