Os Tesouros da Coleção

PANCETTI O pintor campineiro José Pancetti (1902-1958) era filho de um mestre de obras da Toscana. Foi da Marinha mercante italiana e, repatriado nos anos 1920, em plena febre modernista, virou pintor de paredes. Intuitivo, assimilou bem as lições dos modernistas e realizou alguns dos melhores auto-retratos brasileiros, como este, de 1938. LASAR SEGALL pintor lituano (1891-1957) pintou o óleo A Pequena Aldeã (1911) no mesmo ano em que Klee e Kandinski fundavam o grupo Der Blaue Reiter. Segall estava na Alemanha na época e, ao voltar ao Brasil, se aproximou dos modernistas de 1922, mudando radicalmente sua pintura. LUÍS SACILOTTO Nasceu e morreu no ABC paulista (1924-2003). Grande nome da arte abstrata brasileira, participou da primeira exposição concreta (1956). A obra acima (Concreção, 1960) é um óleo sobre madeira feito no mesmo ano em que foi convidado da histórica Konkrete Kunst de Zurique, que reuniu os maiores construtivistas do mundo.

O Estadao de S.Paulo

27 Fevereiro 2008 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.