Os Normais voltam a atacar e divertir

Noivos há 13 anos, Rui e Vani querem aquecer a relação na parte 2 do filme que deve ser lançado no segundo semestre

Roberta Pennafort, RIO, O Estadao de S.Paulo

28 de janeiro de 2009 | 00h00

Eles riram ao ler o roteiro, divertem-se o tempo todo no set, acham a maior graça quando assistem às próprias cenas gravadas. Os Normais 2 (Globo Filmes) é a maior diversão para Fernanda Torres e Luiz Fernando Guimarães. Com previsão de lançamento para o segundo semestre, o filme, que começou a ser rodado no dia 5 de janeiro nos estúdios da TV Globo, em Jacarepaguá, no Rio, tem o desafio de bater a ótima marca alcançada pelo primeiro, de 2003: três milhões de espectadores. O diretor, José Alvarenga Junior, garante que a continuação é ainda mais engraçada que o original criado por Alexandre Machado e Fernanda Young. Se Os Normais - O Filme conta o início do relacionamento de Rui e Vani, o novo retoma a história que ficou no ar na série exibida pela TV Globo de 2002 a 2004 (e que é reprisada com sucesso pelo GNT). Eles já estão noivos há longos 13 anos, e resolvem partir para aventuras sexuais que os ajudem a "manter acesa a chama da paixão". Têm a ideia de chamar uma outra mulher para sua cama. Mas, em se tratando desse casal, nada sai como o planejado..."No primeiro, tínhamos o compromisso de transformar um programa de TV de sucesso num filme de sucesso. Ele tinha tons de comédia romântica. Agora a ideia é buscar o que tinha de mais engraçado na série. É uma comédia rasgada, para as pessoas rirem do início ao fim", diz Alvarenga, que é o mesmo diretor desde a experiência na TV. Ele já sonha com um número 3; talvez um filme de verão sobre uma viagem de férias de Rui e Vani. As participações especiais são de atores que já integraram a série: Cláudia Raia, Drica Morais, Daniele Winits, Aline Morais, Daniel Dantas. Daniele Suzuki é novidade. Ela faz uma bicampeã de kickboxing confundida por Rui e Vani com uma bissexual. Os normais se animam achando que encontraram uma parceira para o ménage à trois, e ficam surpresos quando percebem que a moça não tem os mesmos planos que eles. As cenas do trio foram gravadas na semana passada. A equipe teve de se controlar para não cair na gargalhada na hora do "ação!". Logo depois de finalizar as tomadas, Fernanda e Luiz Fernando corriam para se ver nos monitores. "É muita besteira, gente!", divertia-se a atriz ao conferir a sequência em que Daniele lhe dá socos e pontapés. "A gente tem rido muito", conta Fernanda. "Achei impressionante como se manteve a levada do programa. Rui e Vani são um casal careta, mas totalmente tresloucado. São quase punks em pele de cordeiro."Luiz Fernando vê um ar "quase juvenil" nas aventuras dos dois personagens - que, para ele, saíram do ar "no auge, no momento certo" (Fernanda e Alvarenga também acham). Assim como a companheira, a quem levou para a série (ele foi o primeiro a ser chamado e logo sugeriu o nome da amiga), o ator está sempre matutando de que forma pode melhorar as cenas. "Eu nunca acho que o jogo está ganho, sempre penso que dá para melhorar. Já chego todo dia na maior pilha, cheio de ideias." Daniele Suzuki, que era fã da série e adora Os Normais - O Filme, ri desde a primeira leitura do roteiro. "As situações são surreais. O casal é muito cara-de-pau!"

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.