Originalidade de disco perdido deve-se a suingue do Mocotó

Trio paulista que se projetou acompanhando Jorge Ben Jor está na ativa e fez um disputado show na Virada Cultural

Jotabê Medeiros, O Estadao de S.Paulo

28 de maio de 2009 | 00h00

Samba de breque, suingue, cordas ao fundo, percussão, conversas animadas entre músicos na introdução das faixas. De repente, um ziriguidum de escola de samba é atravessado por um trompete.As músicas que serão lançadas no disco inédito de Dizzy Gillespie e do Trio Mocotó, em julho, trazem um universo sonoro absolutamente novo, mas também muito familiar. O samba rock (ou "samba joia", em gíria de época) do Trio Mocotó é imediatamente reconhecível no fundão, vitaminado por músicos como Branca de Neve e outros.O grupo paulista Trio Mocotó foi formado nos anos 60 e se tornou famoso acompanhando Jorge Ben Jor (que na época era só Jorge Ben) em Charles Anjo 45, no 4º Festival Internacional da Canção, em 1969. Seus integrantes eram Nereu Gargalo (Nereu de São José, RJ, 1945), Fritz Escovão (Luís Carlos de Sousa, RJ, 1943) e Joãozinho Parayba (João Carlos Fagundes Gomes, SP, 1951). Fritz na cuíca, Nereu no pandeiro e Joãozinho na bateria.Todos estão vivos. Atualmente, no lugar que era ocupado por Fritz Escovão, está Marcos Antonio Gonçalves dos Santos, o Skowa, fundador da banda Máfia. Fritz Escovão afastou-se do grupo em 2003 por problema de saúde. "Trocamos um escovão velho por uma escovinha nova", brinca João Parahyba.Fizeram disputado show na Virada Cultural, este mês. O trio original se conheceu na boate Jogral, onde acompanhavam artistas diversos. Gravaram então um compacto com a canção Coqueiro Verde, de Roberto e Erasmo Carlos, tocaram em disco de Jorge Ben e foram a Cannes acompanhando o cantor, numa apresentação que se tornou lendária no Midem.Em 1971, lançaram o primeiro LP, Muita Zorra! (Forma), com canções de Jorge Ben, Roberto & Erasmo, Ivan Lins & Ronaldo Monteiro. Em 1972, tocaram na Itália e no Japão. No Brasil, acompanharam Toquinho, Vinicius e Marília Medalha em shows no circuito universitário. Um ano depois, o trio gravou um LP pela RGE e em 75 lançou mais um no selo Forma, com composições próprias.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.