Olhar sobre o trabalho intelectual nos anos 50

O Moderno em QuestãoVários autoresTopbooks411 págs., R$ 49 Onze autores voltam-se neste volume à vida intelectual dos anos 50 a fim de traçar um panorama do que representou aquela época para o Brasil. Foi um período de intensas transformações na política, na economia, nos costumes e nas instituições, explicam os organizadores. E todos esses aspectos acabariam também por despertar reações de diversos setores da intelectualidades. "O tenso entrelaçamento de modos de vida ?tradicionais? e ?modernos? inscrito nos processos de mudança social se constituiu, desde então, no centro de conflitos entre valores, práticas e interpretações que, ao fim e ao cabo, explicitam a própria instabilidade semântica da noção de moderno", escrevem eles na apresentação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.