REUTERS/Hanna Rantala
REUTERS/Hanna Rantala

Obras de cera cumprem distanciamento social no museu Madame Tussauds de Londres

Uma das atrações turísticas mais amadas de Londres, museu de cera fechou suas portas em 20 de março e vai permitir visitantes novamente a partir de sábado, 1º de agosto

Hanna Rantala, Reuters

30 de julho de 2020 | 16h56

LONDRES - As figuras mais famosas do museu de cera Madame Tussauds deram o exemplo e formaram uma fila com distanciamento do lado de fora do museu que seria reaberto nesta quinta-feira, com a rainha Elizabeth liderando o caminho, seguida pelo primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, e a cantora Taylor Swift.

O príncipe Harry e sua esposa, Meghan, vinham em seguida, com o presidente dos EUA, Donald Trump, atrás deles.



Uma das atrações turísticas mais amadas de Londres, Madame Tussauds fechou suas portas em 20 de março e vai permitir visitantes novamente a partir de sábado, 1º de agosto.

Medidas rígidas de distanciamento social serão adotadas para garantir a segurança de visitantes e funcionários, disse o gerente-geral do Madame Tussauds London, Tim Waters. “Estamos incentivando os visitantes a usarem máscaras faciais quando entrarem no prédio. Haverá verificações de temperatura assim que entrarem. E eles poderão ver nossa equipe usando máscaras faciais também”, afirmou. “Também limitamos a capacidade a fim de garantir que haja distanciamento social à medida que avançamos na atração.”

As figuras de cera de Trump e Johnson eram os únicos rostos famosos com máscaras na fila cheia de estrelas.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.