Marten de Leeuw / AFP
Marten de Leeuw / AFP

Obra de Van Gogh é roubada de museu holandês fechado por causa do coronavírus

A pintura 'Jardim da Primavera', de 1884, foi roubada no dia do aniversário do artista

Toby Sterling e Anthony Deutsch, Reuters

30 de março de 2020 | 13h06

Ladrões roubaram uma pintura de Vincent van Gogh do Museu Singer Laren, na Holanda, durante a noite, disse seu diretor nesta segunda-feira, 30.

A galeria, na cidade de Laren, a leste de Amsterdã, está atualmente fechada ao público devido à epidemia de coronavírus.

A pintura Lentetuin, ou Jardim da Primavera, que representa o jardim da reitoria de Neunen e data de 1884, havia sido emprestada pelo Museu Groninger, na Holanda.

“Estou chocado e absolutamente irritado que isso tenha acontecido”, disse Jan Rudolph de Lorm, diretor do Museu Singer Laren, em um vídeo postado no YouTube.

“Esta obra de arte esplêndida e comovente de um dos nossos grandes artistas foi roubada, tirada da comunidade”, afirmou ele.

A polícia disse que os ladrões forçaram as portas da frente de vidro do prédio por volta das 3h15 no horário local.

A pintura roubada mostra uma mulher em um jardim com arbustos esparsos de flores vermelhas e a igreja ao fundo e teria o valor estimado entre um a seis milhões de euros, informou a mídia local. 

Os museus holandeses estão fechados por causa do surto de coronavírus desde 12 de março.

 

Vincent Van Gogh nasceu em 30 de março de 1853. 

 

Tudo o que sabemos sobre:
Van Goghcoronavírus

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.