AP
AP

Obra de Gauguin é vendida por US$ 300 milhões, novo recorde

Quadro foi adquirido por comprador do Catar, ultrapassando cifra de US$ 250 milhões alcançada por tela de Cézanne em 2012

Agência EFE

06 de fevereiro de 2015 | 20h31

 A pintura Nafea Faa Ipoipo (Quando Te Casarás?),da fase taitiana de Paul Gauguin (1848-1903), tornou-se o quadro mais caro já vendido aoser adquirido por um comprador do Catar por cerca de US$ 300 milhões, publicou hoje, 6, o jornal The New York Times.

 

A obra, realizada em 1892, pertence à série de mulherestaitianas que o pintor francês desenvolveu na fase mais reconhecida e famosa desua carreira. O quadro já integrou o acervo do Kunstmusem de Basel, na Suíça,durante mais de cinco décadas, mas nos últimos anos a tela estava em mãos decolecionadores privados suíços.

 

Segundo o The New York Times, a venda foi confirmada por  Rudolf Staechelin, antigo executivo da casa deleilões Sotheby's de Nova York. A obra de Gauguin bateu o recorde anterior, o valor alcançado pela pintura Jogadores de Cartas, de Paul Cézanne, comprada por US$ 250 milhões em 2012 pela Casa Real do Catar.

 

Outros recordes já ocorridos em leilões foram os dos quadros Três Estudos de Lucien Freud, de Francis Bacon, tríptico arrematado por US$ 142,4 milhões por Mayasa bin Hamad al Zani, irmãdo emir de Catar. Já O Sonho, de Pablo Picasso, foi pago por US$155 milhões em 2013 pelo empresário do ramo financeiro americano Steven Cohen. 

 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.