O spaghetti western de Gordon Douglas

Um dos grandes diretores pouco valorizados de Hollywood - era considerado ?artesão? -, Gordon Douglas deixou sua marca em filmes de diversos gêneros, em especial na ficção científica (O Mundo em Perigo) e no western (Rio Conchos e O Revólver de Um Desconhecido/Chuka). Em 1970, ele fez sua última incursão pelo bangue-bangue com Barquero!, às 14 horas no Telecine Cult. Os críticos caíram matando, porque Douglas teria incorporado a violência do spaghetti western. Não só a violência - o barqueiro que enfrenta bando selvagem numa cidadezinha da feronteira mexicana é Lee Van Cleef, que fez carreira na Itália. Hoje, é possível avaliar melhor o filme - e o diálogo que Douglas propõe entre Segio Leone e Sam Peckinpah, dois grandes (como ele) do gênero.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.