O sarcasmo e a perspicácia de Kurt Vonnegut

Este livro de Kurt Vonnegut é um pequeno volume que reúne 21 textos escritos enquanto ele servia de "repórter do além" para uma estação pública de rádio de Nova York. É um trabalho para o qual ele encenou uma série de experiências de proximidade com a morte - administradas pelo dr. Jack Kevorkian, o patologista conhecida como Dr. Morte - para ficar mais familiarizado com o que ele chama de "os cento e poucos metros de terreno baldio entre o final do túnel e os Portões Dourados" e entrevistar os mortos. Perspicaz, sarcástico, engraçado e incisivo. A morte pode ser uma qualidade? Um lugar? Vonnegut se disfarça de repórter e se envolve em uma aventura ficcional para responder a essas perguntas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.